Remuneração injusta condiciona satisfação dos trabalhadores

No dia 21 de Fevereiro, foi o Jornal Sol que destacou o Índice da Excelência, e os resultados conclusivos que dele derivam. O Índice da Excelência é promovido pela Neves de Almeida | HR Consulting, em parceria com a Human Resources Portugal, a Executive Digest e o INDEG-ISCTE.
Com o título “Remuneração injusta condiciona satisfação dos trabalhadores”, a notícia de dia 21 revela algumas conclusões importantes sobre este tema.
Entre as quais a de que os trabalhadores mais satisfeitos no seu local de trabalho são do sexo masculino, na faixa etária até aos 25 anos e com funções de chefia.  Também se conclui, que os colaboradores menos satisfeitos são do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 41 e os 45 anos e sem funções de chefia.
Leia na integra aqui.