O processo de recrutamento deve ser incorporado na cultura da sua organização

A cultura organizacional tem vindo a ganhar uma importância crescente, com um impacto direto na captação e retenção de talento.
O primeiro passo é fazer uma introspeção de talento. Compreenda que competências têm as pessoas que já trabalham consigo. Posteriormente, procure novos colaboradores que completem o cenário com competências diferentes, sejam ela soft ou hard skills.
Depois de saber quem quer recrutar, decida como quer proceder ao recrutamento. Um estudo da Harris Interactive revela algumas das consequências de uma má experiência de recrutamento, que levam a que uma parte significativa dos candidatos se recusem a trabalhar novamente nessa organização.
É, por isso, fulcral que os candidatos queiram trabalhar na sua empresa, e essa experiência depende da sua equipa de recrutadores. Estes devem manter sempre uma atitude positiva e simpática na entrevista, mesmo que o candidato em questão não seja a escolha mais acertada para a função. Desta forma, consegue que todos os candidatos que entrevistou mantenham uma opinião positiva a seu respeito, compreendendo-a como uma extensão da cultura da sua organização, ambicionando um dia lá trabalhar.
Faça do processo de recrutamento um pilar da cultura da sua empresa. Veja, neste artigo da Fortune, mais vantagens desta tendência.