Dicas para promover o (bom) trabalho em equipa

trabalho de equipa

Quando falamos em trabalho de equipa, as primeiras ideias que nos surgem são chavões como “2 cabeças pensam melhor que 1” e “juntos fazemos a força!”. E não é errado fazê-lo. Mas será que esta linha de pensamento será o suficiente…? Será fácil alinharmos interesses e competências? Aqui ficam algumas dicas e sugestões para ajudar a promover o (bom) trabalho nas nossas equipas:
1. A equipa deve compreender os objetivos propostos e estar empenhada em atingi-los. Esta orientação e este acordo sobre a missão e o propósito são essenciais para um trabalho em equipa eficaz.
2. A equipa tem que criar um ambiente no qual as pessoas estão confortáveis para assumir riscos razoáveis na comunicação, defendendo posições, e tomar medidas. Os elementos da equipa confiam uns nos outros e não são punidos por discordar.
3. Seja paciente. Conciliar opiniões é uma tarefa complicada. Exponha as suas ideias e os seus pontos de vista de forma moderada, porque nem sempre as nossas ideias são as mais acertadas, ou até mesmo as melhores.
4. A comunicação deve ser aberta, honesta e com base no respeito. Os elementos da equipa sentem-se assim mais à vontade para participar e partilhar as suas ideias, sentindo que estas são ouvidas e entendidas pela equipa. Os elementos da equipa devem colocar questões sobre as ideias apresentadas de forma a perceber se esta será de facto a melhor solução, e não formar simplesmente réplicas que deitem por terra o que foi sugerido.
5. A participação é fulcral para o sucesso da equipa. A solidariedade, a ajuda, a generosidade, o interesse pela necessidade dos outros fomenta as relações e fortalece-nos quando as situações se apresentam mais difíceis.
6. Os elementos da equipa têm um forte sentimento de pertença ao grupo e sentem um profundo compromisso com as decisões e acções do grupo. Este sentimento de pertença é melhorado e reforçado quando a equipa passa o tempo dedicado ao desenvolvimento das normas da equipa ou diretrizes de relacionamento juntos.
7. Os elementos da equipa são vistos como pessoas únicas com experiências insubstituíveis, pontos de vista, conhecimentos e opiniões para contribuir. Acima de tudo, o objetivo para a formação de uma equipa será tirar partido das diferenças e singularidades de cada elemento.
8. A criatividade, inovação e pontos de vista diferentes são esperados e incentivados numa equipa. Comentários como, “já tentámos isso e não funcionou” e “essa ideia não faz sentido” não devem ser permitidos nem tolerados. Muitas vezes, do mais absurdo surgem as melhores ideias.
9. A equipa deve ser capaz de se avaliar constantemente e melhorar continuamente os seus processos, práticas e a interacção dos elementos da equipa. A equipa discute abertamente as normas da equipa e o que pode estar a prejudicar a sua capacidade de avançar e progredir em áreas como o esforço, talento e estratégia.
10. A Liderança participativa é posta em prática nas sessões principais, a atribuição de tarefas, o registo de decisões e compromissos, avaliar o progresso e orientar a equipa.
Tem mais dicas valiosas para ajudar a fomentar o (bom) trabalho de equipa?

(fonte)