O que gera mais insatisfação nas empresas?

Mais uma vez, o Índice da Excelência 2017 foi um sucesso.

Em destaque no Jornal Econômico, em notícia no dia 21 de fevereiro 2018.

“Verifica-se um certo descontentamento ou preocupação com a questão da remuneração, particularmente com o modo como está é pesada face à mais-valia que o colaborador traz à sua organização e como se equipara com a de outros colegas no mesmo contexto”, vinca Pedro Rocha e Silva, partner da Neves de Almeida | HR Consulting.

Os resultados revelam que o salário de 46% dos colaboradores não está adequado ao seu desempenho real.

Leia a notícia na íntegra aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *