Diferentes tipos de recrutamento

Recrutamento
(fonte)

Se pretende reforçar o capital humano da sua empresa e está prestes a iniciar um processo de recrutamento, poderá ser boa ideia espreitar este artigo.

Antes de iniciar um processo de recrutamento será importante analisar alguns aspetos. Qual o propósito do recrutamento, que necessidades têm que ser suprimidas, quantos recursos serão necessários, o nível de responsabilidade que será assumido e a especificidade das funções a serem desempenhadas, são apenas alguns exemplos que têm que ser tidos em conta antes de avançar com um processo de recrutamento.

Uma das primeiras questões que deverá colocar é se existe alguém dentro da organização qualificado para assumir o cargo. Abriu uma posição de gestão ou de team lead, haverá um colaborador em posição de dar o próximo passo e assumir essa função? Haverá a possibilidade de rotação entre departamentos?

Este tipo de recrutamento, o recrutamento interno, tem como vantagens a perspetiva de evolução, desenvolvimento e progressão interna, motivando assim as equipas, colocando objetivos a serem alcançados pelos mais ambiciosos, diminuindo também a rotatividade. Se por um lado tem a vantagem de assegurar que a pessoa que ocupa a função já está familiarizada e integrada na cultura organizacional, por outro lado não abre lugar a novas ideias e perspetivas.

Se é seu objetivo introduzir novidade e promover inovação, poderá ser boa ideia optar pela busca de recursos externos à empresa, que possam trazer na bagagem novas ideias e experiências. Neste caso, as empresas de recrutamento existentes no mercado podem ser o seu maior aliado.

Passando a responsabilidade do processo para uma entidade externa evitará sobrecarregar o seu departamento de RH e permitir que este se foque nos objetivos organizacionais. E não se preocupe, à partida o processo ficará em boas mãos. Estas empresas são especializadas em encontrar talento no mercado, tentando ao máximo corresponder e dar resposta às necessidades colocadas pelos clientes. De facto, elas têm processos de atuação bem estabelecidos, conhecimento do mercado e de como chegar aos candidatos, assim como as suas próprias ferramentas e plataformas que agilizam todo o processo.

No entanto, na hora de escolher o seu aliado no processo seletivo, esteja ciente de que dependendo das características do recrutamento e dos objetivos pretendidos, existirão empresas mais adequadas e especializadas no fornecimento dessa resposta.

Pretende uma colocação em permanência ou uma colocação temporária? É necessário apenas um recurso ou vários? Será uma posição mais técnica ou de gestão? Será mais ou menos especializada?

Se falamos, por exemplo, de um recrutamento em permanência para uma posição sénior ou executiva, uma empresa de Executive Search, muitas vezes também conhecidas como empresas de Headhunting, será a sua melhor opção. Tal como o nome indica, estas são especializadas na pesquisa de executivos ou no “caçar” talento diretamente no mercado de trabalho. Estes processos são altamente sensíveis e na sua maioria envoltos em grande confidencialidade. Se por outro lado o objetivo é a contratação para um projeto a termo, ou a necessidade é de um grande volume de recursos, uma empresa de Outsourcing ou de recrutamento temporário poderá ser a escolha mais indicada.

Antes de iniciar um processo de recrutamento estude o mercado, veja o que este lhe oferece, quais os serviços prestados por diferentes empresas, e quais as que podem dar uma resposta mais adequada às necessidades da sua organização. O seu negócio agradece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *